Home 5 E’s Condições Comerciais Estoque Virtual Serviços Parceiros Cadastre-se Contato
   
Até logotipos de cartões de crédito estimulam gasto maior
Por THE NEW YORK TIMES - FOLHA DE SAO PAULO | 04/04/2016 - 15:58

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/04/1757137-ate-logotipos-de-cartoes-de-credito-estimulam-gasto-maior.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.
comentários        envie por e-mail
Para manter ritmo no Brasil, PayPal avança "offline&
Por Da REUTERS - EXAME ONLINE | 29/03/2016 - 16:11

São Paulo - A norte-americana PayPal está acelerando a atuação para além das operações online no Brasil e para manter o ritmo de crescimento de dois dígitos, apesar da forte contração econômica que tem ofuscado o setor de meios eletrônicos de pagamentos no país.

A processadora de pagamentos online vai anunciar nesta semana pelo menos duas iniciativas nesse sentido.
Uma delas permite que clientes do serviço abasteçam seus carros sem ter que passar um cartão de débito ou de crédito num POS, a chamada "maquininha" de pagamento.

Sem revelar o nome da empresa com a qual fechou a parceria, a diretora da vendas do PayPal para o Brasil, Paula Paschoal, disse que a iniciativa envolverá cerca de 5,4 mil postos de combustíveis no país.

A outra inicia no Brasil o One Touch, serviço que permite aos usuários da PayPal pagar uma compra sem terem de fornecer novamente suas informações de compra em aplicativos ou sites que têm parceria com a empresa.

"Estamos tentando otimizar a vida do cliente fora do ambiente online", disse Paula à Reuters.

A ideia é reproduzir o modelo adotado no aplicativo de chamada de táxis 99Taxis, no qual o usuário precisa informar apenas uma vez o login e senha.

Depois, cada corrida é paga digitando somente os três primeiros dígitos do CPF.

O PayPal expandiu em agosto o serviço One Touch para 13 mercados na Europa e na Austrália, simplificando as compras online para consumidores e vendedores, após já tê-lo lançado nos Estados Unidos, no Canadá e no Reino Unido.

Segundo a executiva, as iniciativas visam a elevar o que o mercado de meios de pagamento chama de taxa de conversão, que mede por exemplo o percentual de visitantes de uma loja online que efetivamente executa uma compra, que no Brasil é de cerca de 2 por cento, abaixo dos níveis internacionais.

Empresas de meios de pagamento no país vêm buscando formas para lidar com a desaceleração no consumo, na esteira da recessão no país.

Segundo a Abecs, entidade que representa o setor, as compras pagas com cartões de débito e de crédito no Brasil movimentaram 1,05 trilhão de reais em 2015, avanço de 9 por cento sobre o ano anterior, abaixo da inflação e o menor crescimento em vários anos.

Este cenário também tem provocado aumento da competição das empresas do setor por uma fatia maior do bolo da remuneração dos agentes que participam das diferentes etapas de uma compra eletrônica, incluindo bancos, bandeiras e adquirentes.

Embora não seja uma competidora direta das adquirentes, como Cielo e Rede, do Itaú Unibanco, a PayPal coordena a remuneração dos agentes quando o pagamento de uma compra é feita por meio dela.

A companhia pode, por exemplo, acertar o pagamento da compra diretamente com o lojista, o que pode envolver interesses de demais agentes que também têm ganhos financeiros nas negociações de prazos para repasse de pagamentos a lojistas.

Segundo Paula, a PayPal conseguiu no ano passado manter um crescimento de receita de dois dígitos, ritmo que deve ser mantido em 2016. No Brasil, cerca de 90 mil empresas e profissionais liberais aceitam pagamento via PayPal. A executiva disse que 2,7 milhões de usuários no país são clientes ativos da companhia, cujas operações na América Latina são lideradas a partir do escritório em São Paulo.
comentários        envie por e-mail
Bancos se preparam para supercalotes por conta da crise
Por Mariana Desidério, de EXAME.com | 28/03/2016 - 08:51

São Paulo – Os bancos que atuam no Brasil estão se preparando para um aumento na inadimplência, por conta do mau desempenho da economia. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, os cinco maiores bancos do país separaram R$ 148 bilhões para cobrir os calotes levados em 2015 e se preparar para os esperados em 2016.

Desse montante, R$ 23 bilhões estão reservados para cobrir a inadimplência de clientes que hoje pagam em dia, informa o jornal. Desses “calotes potenciais”, a expectativa principal envolve contas de grandes empresas.

De acordo com a previsão da agência Fitch Ratings o PIB do país deve cair 4,5%, e a recessão deve levar a um aumento dos pedidos de recuperação judicial.
comentários        envie por e-mail
Stripe lança preços no Brasil e coloca as mangas de fora
Por SITE PAGAMENTO.ME | 28/03/2016 - 08:48

O Stripe finalmente colocou os preços no ar para clientes brasileiros. Agora, o mercado de sub-adquirência no país, ganha um competidor de peso. Principalmente entre a comunidade de developers, que vinha clamando para a empresa liberar as APIs e os preços para as transações brasileiras.
comentários        envie por e-mail
Sem Parar é vendida por R$4 bilhões
Por Redação Pagamento.Me | 21/03/2016 - 09:09

O Sem Parar (Serviços e Tecnologia de Pagamentos – STP) anunciou a venda da operação para DBTrans Administradora de Meios de Pagamento. A compra será viabilizada pela FleetCor Technologies. Os vendedores Raízen, CCR e Arteris venderam 100% da companhia por cerca de U$4,086 bilhões.

O Sem Parar é a de longe a maior fintech que já passou pelo Brasil nos últimos tempos. Com início e foco em pedágios, a empresa já dominava parte da operação em abastecimento em postos Shell e entradas automáticas de shopping centers. Recentemente, a área de inovação testou modelos como pagamento em drive-thru e especulações levaram até o pagamento de motéis com as tags.

Com milhões de clientes espalhados pelo Brasil, é líder com folga do mercado, seguida da ConnectCar, que foi recém adquirida pela Rede.

O ano realmente está para peixe.
comentários        envie por e-mail
Voltar 1 2 3 4 )5 6 7  Avançar
Total de Registros: 31
  Arquivo
março (2017)
junho (2016)
maio (2016)
abril (2016)
março (2016)
fevereiro (2016)

5 E’s Condições Comerciais Estoque Virtual Serviços Notícias
© 2019 ETHOS Soluções Logísticas - Todos os direitos reservados